domingo, 28 de janeiro de 2024

Campanha: Compre o seu livro e ajude no Projeto Saúde Mental para Idosos


 

Agora todos os meus livros, também estão sendo vendidos nas melhores livrarias.


Todos se tornaram livros físicos, e não somente EBOOK.


Acesse e adquira já o seu: https://clubedeautores.com.br/books/search?where=books&what=alessander+capalbo


Oi, gente! Quero contar para vocês sobre um projeto muito especial que estou desenvolvendo para ajudar os idosos a terem uma saúde mental melhor. Mas, para isso, preciso muito da ajuda de vocês!

Como? É simples: comprando um dos meus livros! Todo o dinheiro arrecadado com as vendas vai ser usado para comprar materiais e recursos para o nosso grupo de idosos. Com a sua ajuda, podemos fazer a diferença na vida de muitas pessoas que precisam.

Para comprar é fácil, é só clicar no link e escolher o seu livro. Cada livro comprado é um passo a mais nessa jornada de carinho e atenção com a saúde mental dos nossos queridos idosos.

Conto com vocês! Vamos juntos transformar vidas com a força da leitura e do amor ao próximo. Obrigado por fazer parte dessa história


Instituto Capalbo Ltda.

É mais fácil viver se enganando, do que viver a vida como ela de fato é...

Meus questionamentos, e minha trajetória:


Na minha trajetória pessoal, tenho sido frequentemente confrontado com indagações profundas, que muitas vezes surgem antes do esperado em minha jornada. "Quem sou eu?" e "Qual o propósito da minha vida?" são perguntas que constantemente ecoam em minha mente, refletindo a efemeridade da existência, tal como expressa em uma canção que sempre me emocionou profundamente. As perdas precoces que experimentei intensificaram essa consciência da finitude, impelindo-me a viver à sombra dessa realidade inquietante, enquanto busco incansavelmente respostas para as questões "Por que viver?" e "Qual o sentido da vida?"

Esses questionamentos me levam a mergulhar nas camadas mais profundas da minha identidade, ultrapassando as máscaras sociais que frequentemente ocultam nossa verdadeira natureza. Encaro isso como um convite para revelar o núcleo autêntico que define a minha singularidade. Diante desse desafio existencial, sinto uma urgência em transcender as aparências superficiais impostas pela sociedade e adentrar as complexidades que constituem a minha essência verdadeira. Esta é uma jornada em direção à autodescoberta, exigindo de mim uma profunda autoconsciência e reflexão.
Ao questionar a minha identidade, passo a refletir não apenas sobre os papéis que desempenho na vida, mas também sobre a essência que permanece quando as cortinas se fecham. Interrogo-me sobre "Quais são os meus valores fundamentais?" e "Quais são os pilares que sustentam a minha autenticidade, independentemente das pressões externas?" Essas são questões essenciais na minha busca por autoconhecimento. Esta jornada interior me confronta com meus medos, desejos e aspirações mais sinceros, num processo contínuo de autoaceitação e compreensão. Reconheço que sou um ser em constante evolução, abraçando todas as facetas da minha personalidade.
As perdas que enfrentei, incluindo a morte de meu pai aos 49 anos, o falecimento de meu avô pouco depois, e a perda de minha mãe aos 60 anos após uma breve e intensa luta de 20 dias contra o câncer, impulsionaram-me a questionar constantemente: "Como enfrento o sofrimento e a perda?" Em um mundo onde a dor é uma realidade inevitável, essas reflexões me conduzem a uma introspecção profunda sobre as estratégias que adoto para enfrentar as adversidades, revelando a força da minha resiliência e capacidade de compreensão.
Confrontado com desafios inesperados e a inevitabilidade do sofrimento, percebo que a perda se tornou uma parte inseparável da minha existência. Refletir sobre como lido com o sofrimento é vital. Essa introspecção me encoraja a examinar minhas estratégias diante da adversidade e a explorar as dimensões da resiliência. Para mim, ser resiliente não é apenas se recuperar, mas também se adaptar, aprender com experiências dolorosas e emergir fortalecido.
Além disso, o entendimento desempenha um papel crucial na minha maneira de abordar o sofrimento e a perda. Ao buscar compreender as causas das adversidades, encontro sentido até nas situações mais desafiadoras. A aceitação, aliada à empatia por mim mesmo e pelos outros, fomenta um processo de cura mais profundo.
"O Sentido da Vida" me instiga a refletir sobre como resisto ao sofrimento e como posso transformar essas experiências em crescimento pessoal. Diante da inevitabilidade da dor, vislumbro a chance de desenvolver resiliência, compreensão e, finalmente, a habilidade de criar um caminho significativo através das adversidades da vida.
Viver com autenticidade, para mim, significa alinhar-me aos meus valores, crenças e identidade própria, em vez de me submeter às expectativas alheias ou a padrões sociais impostos. É um processo de autoconhecimento e aceitação, onde busco compreender quem realmente sou e agir em consonância com essa compreensão. Requer a coragem de ser fiel a mim mesmo, enfrentando normas sociais e críticas quando necessário. Isso implica em tomar decisões em harmonia com meus princípios e desejos, e não ceder à pressão externa para adotar ideias ou comportamentos que não ressoam com a minha verdade interior.
A ideia de valorizar os pequenos detalhes da vida, em vez de me perder na busca incessante pela felicidade, reflete uma filosofia que prioriza a apreciação do momento presente e a atenção aos detalhes cotidianos. Frequentemente me vejo concentrado em grandes realizações ou metas específicas, mas reconheço a importância de não negligenciar as experiências simples e significativas que acontecem todos os dias.
"O Sentido da Vida" não apenas me desafia, mas também me orienta em uma autoanálise enriquecedora. Muitos pensadores me incentivam a buscar diariamente um entendimento mais profundo de mim mesmo, a abraçar as complexidades da minha existência e a construir um significado em meio às incertezas. Acredito que o momento atual em minha vida me impulsiona a descobrir minhas próprias verdades em uma jornada única em direção ao sentido da minha vida, caminhando em direção à finitude que se aproxima a cada dia. Essa finitude, que chamo de morte, é um lembrete constante para viver cada momento com totalidade e autenticidade.

quarta-feira, 17 de janeiro de 2024

Os meus livros editados

 



QUEM É: ALESSANDER CARREGARI CAPALBO?

 

Alessander Carregari Capalbo, nascido em 1974 em Jaboticabal, São Paulo, Brasil, possui cidadania dual, originária de seu avô que, ainda criança, migrou do sul da Itália, especificamente da cidade de Saveli, Crotone, para o sudeste brasileiro. Lá, sua família iniciou uma nova vida nas plantações da região de Jaboticabal. O percurso de vida do autor é notavelmente caracterizado pela sua intensa dedicação aos estudos e à prática em áreas tão variadas como religião, educação e psicanálise.

Iniciando sua jornada no Seminário Missionário da Arquidiocese de Brasília em 2 de fevereiro de 1993, Capalbo embarcou em uma significativa trajetória no ministério sacerdotal. Foi ordenado diácono em 12 de maio de 2000 por Dom José Freire Falcão, Cardeal, e no mesmo ano alcançou a ordenação sacerdotal. Ao longo de sua carreira eclesiástica, atuou como pároco na Paróquia Santa Maria dos Pobres, em Paranoá, Distrito Federal, e lecionou Teologia Moral no Seminário Missionário de Brasília.

Em 2002, foi designado para estudar Teologia Moral na "Regina Apostolorum", em Roma. Em 2007, recebeu o título de Cidadão Honorário de Brasília pela Câmara Distrital, e foi nomeado Vigário Episcopal de Brasília. No ano seguinte, assumiu a posição de Diretor da Rádio Maria do Brasil, uma rede de emissoras presente em mais de 70 países. Capalbo é poliglota, falando italiano e espanhol, além de ter conhecimentos em francês.

O ano de 2012 marcou uma mudança significativa na vida de Capalbo, quando decidiu solicitar a suspensão do exercício das ordens sacerdotais, impulsionado pelo desejo de formar uma família. Esta suspensão foi concedida em 2013 por Dom Sérgio da Rocha, sem razões canônicas ou morais.

Sua paixão pela psicanálise o levou a uma formação clínica no campo entre 2015 e 2018. Graduou-se em Psicologia Clínica pela UDF em 2023, aprofundando seus estudos em psicanálise clínica no Instituto Brasileiro de Psicanálise Clínica.

Atualmente, Capalbo exerce as funções de psicólogo e psicanalista clínico, adotando uma abordagem psicanalítica influenciada por Donald Winnicott. Ele também possui especialização em Saúde Mental e Psicologia Social pela Faculdade Anhanguera. A combinação de suas experiências e estudos em teologia, filosofia, psicanálise e psicologia confere a ele uma perspectiva única e enriquecedora, tanto na prática clínica quanto na sua produção literária e acadêmica.Parte superior do formulário

 

 

 

MEUS LIVROS EDITADOS

 

VENDIDOS NA AMAZON

(Valores de 15,00 a 20,00 reais cada)

 

1)    -

       1) - Psicanálise em Perspectiva - Conceitos Básicos e Aplicações - Acesse o site: https://abrir.link/GufmC

 

2)    - Psicanálise em Perspectiva II - Eficácia da Psicanálise na Terapia com Crianças – Acesse o site: https://abrir.link/jZaop

 

3)    Psicanálise em Perspectiva III - O uso do desenho como recurso de fala da criança – Acesse o site: https://abrir.link/5kHgE

 

 

4)    - Saúde Mental: Enfrentar ou Enfrentar – Acesse o site: https://abrir.link/9fD9o

 

 

                                                   VENDIDOS NA HOTMART                               

(Valores de 15,00 a 20,00 reais cada)

 

1)    - Psicanálise em Perspectiva: Conceitos Básicos e Aplicações – Acesse o site: https://abrir.link/bSDSt

 

2)    - Psicanálise em Perspectiva II - Eficácia da Psicanálise na Terapia com Crianças – Acesse o site: https://abrir.link/x7LX2

 

 

 

3)    - Psicanálise em Perspectiva III - O uso desenho como recurso de fala da criança – Acesse o site: https://abrir.link/MzIw7

 

4)    - Saúde Mental: Enfrentar ou Enfrentar – Acesse o site: https://abrir.link/xJpg5

 

quinta-feira, 4 de janeiro de 2024

Novidades de 2024

 



LISTA DE ARTIGOS PUBLICADOS EM REVISTAS E O LIVRO QUE ESTÁ PARA SAIR DENTRO DE 10 DIAS

 

Aproveitem e repassem, leiam:

 

2023 -

1 - A SEXUALIDADE NUMA VISÃO PSICANALÍTICAPublicado em: Ciências da Saúde, Volume 28 – Edição 129/DEZ 2023 SUMÁRIO / 23/12/2023 – ACESSE AQUI:


2 - SEQUELA CRISTI (SEGUIMENTO INCONDICIONAL A PESSOA DE CRISTO) – Publicado em:  Ciências Humanas / 28/12/2023 – ACESSE AQUI


3 - UMA ANÁLISE ATUALIZADA SOBRE: A SÍNDROME DO NINHO VAZIO – Publicado em: Ciências Humanas / 28/12/2023 – ACESSE AQUI

 

2024 -

1 - COMUNICAÇÃO CENTRADA NO PACIENTE EM CUIDADOS PALIATIVOS –Publicado em: Ciências Humanas / 04/01/2024 – ACESSEAQUI:


2 – EBOOK: PSICANÁLISE EM PERSPECTIVA: CONCEITOS BÁSICOS E APLICAÇÕES – Será publicado até o dia 15 deste mês de janeiro (está na fase de diagramação).

 

 

Se você quer agendar uma sessão experimental comigo:

Fone e WhatsApp: 61 – 99500-0200

#PsiAlessander Capalbo

Psicólogo e Psicanalista Clínico

 

Sessões a Valor Social

COMUNICAÇÃO CENTRADA NO PACIENTE EM CUIDADOS PALIATIVOS

 

Acesse o link do novo artigo: Aqui


A Violência Contra as Mulheres: Entendendo e Combatendo a Misoginia

A misoginia é uma forma de violência de gênero profundamente enraizada na desigualdade e discriminação contra as mulheres. Esse sentimento d...